https://youtu.be/qA4gvOX7Jak “Já é Natal na Leader” tornou-se um bordão inconfundível, e simboliza a força dessa marca que vem investindo no mesmo jingle e em uma comunicação consistente desde os anos 90. A campanha mais recente, que acaba de entrar no ar, já revela índices excepcionais de engajamento, segundo o head de marketing das Lojas Leader, Alberto Pirro, para quem a comunicação é um dos pilares da rede de 80 lojas, com presença em oito estados brasileiros. O jingle da Leader é um clássico há quantos anos? Tem uma história bacana aí pra ser contada? Alberto – O jingle está presente na abertura do Natal carioca desde o início da década de 90. Um fato muito curioso sobre ele é que, inicialmente, a letra dizia “Já é Natal na Leader MAGAZINE…”, e, desde 2006, a letra mudou para “Já é Natal na Leader, JÁ É HORA”. Entretanto, muitas pessoas ainda cantam o jingle na versão antiga. A frase inicial dele tornou-se usual, quando nos referimos a algo que deveria acontecer e ainda não ocorreu. Por exemplo, monitoramos no dia 31 de agosto muitas pessoas dizendo “Já é Natal na Leader e agosto não acaba”. No dia dos namorados alguns postaram no Twitter “Já é Natal na Leader e nosso beijo não saiu ainda.” Fora as brincadeiras, é uma mensagem construída há muitos anos e que vive no imaginário das pessoas sinalizando que uma época repleta de coisas boas está chegando. Alguns citam que esperam a música pra arrumar a árvore, outros sentem cheiro da rabanada da mãe, lembram das reuniões de famílias, de pessoas queridas que ficaram na saudade. Dá pra sentir que é uma responsabilidade muito grande construir uma campanha tendo esta música como tema. Como nasceu a ideia de ter o Roupa Nova – outro clássico – para cantar o jingle esse ano? Alberto – A ideia nasceu no desenvolvimento do briefing e foi reforçada pela agência escolhida pra tocar a campanha, a Binder. Pensávamos numa forma de dar protagonismo ao jingle dando a ele a qualidade musical que ele merece. As versões anteriores eram muito bonitas, mas queríamos provocar um impacto ainda maior na memória dos cliente. Decidimos pelo Roupa Nova por sua grande qualidade musical e por fazer parte da trilha sonora da vida de milhões de pessoas. São um grupo que tem um vocal característico, impactante, e dono dos maiores sucessos de novelas nos últimos 30 anos. Além de serem responsáveis por incontáveis jingles de sucesso. Portanto, tinham tudo o que queríamos para representar a chegada da melhor época do ano, ao interpretar a canção do jeito deles, de uma forma popular e de muita qualidade. Tendances hommes Quando a Binder apresentou a campanha, reforçou a ideia de que o Roupa Nova era a banda certa, e os colocou no contexto certo: um ensaio da banda numa casa de subúrbio. Quando o som deles vaza pras ruas, contagia a todos e mostra que chegou a melhor época do ano. Fale um pouco dos resultados dessa campanha até o momento, e os próximos desdobramentos. Alberto – Os resultados são surpreendentes. Na abertura da campanha, no dia 27, a menção à Leader atingiu a primeira colocação nos trending topics do Rio e Brasil e ficamos entre os 10 assuntos mais comentados do mundo no Twitter, 4 horas após o lançamento oficial. Aliás, além da TV e rádio, trabalhamos muito forte a comunicação da campanha pelas redes sociais. Em poucas horas, o clipe já tinha sido assistido por mais de 100 mil pessoas no Facebook. Hoje, dia 1, já alcançamos 600 mil visualizações. Os comentários são muito positivos, tanto pela espera pelo jingle, como pela escolha da banda. Para uma empresa regional, é muito forte. Mostra que, de fato as pessoas estavam esperando pra ouvir essa canção. Vivemos uma crise, e imagino que a rede também tenha sentido. Tendances de la mode Quais as expectativas para o Natal? Alberto – O ano é difícil, e, claro, sentimos, como todos. Mas acreditamos na força da marca e no seu posicionamento, principalmente nessa época do ano. Temos muito trabalho pela frente. Uma campanha não é feita só pelo marketing bonito. Tem um esforço enorme de muitas áreas internas para colocarmos nas lojas os melhores produtos, seja em vestuário, seja em moda para a casa. Qual a importância da comunicação para a Leader? Alberto – Para uma empresa que tem uma base enorme de clientes de cartões, que tem mais de 80 lojas em oito estados diferentes, a comunicação é um dos pilares do negócio. A moda, seja para as pessoas, seja para suas casa, vive de tendências e lançamentos, e cada vez mais nossos clientes estão antenados nas novidades, buscam qualidade, buscam ofertas e descontos. E precisamos prestar atenção a essas necessidades e promover uma comunicação clara e acessível a todos. Nos comunicamos pela TV, pelas redes sociais, pela central de atendimento, mas, fundamentalmente nos comunicamos nas lojas, nas vitrines ou via atendimento. E neste último ponto, nos comunicamos por meio de treinamentos. Afinal, no resumo do processo, é gente atendendo gente. Como é a relação com a agência – que papel deve ter uma agência de publicidade nos dias atuais? Alberto – A agência tem que buscar estar presente com um papel de mostrar novidades em comunicação, mas deve ter o compromisso de aferir a performance da campanha. Já foi o tempo em que as agências viviam apenas de boas ideias e comerciais incríveis. Desdobramentos em vendas são fundamentais. Hoje a componente “resultado” muitas vezes é o que detona uma campanha, que é muito bonita, mas não vende. Nesta época onde a mídia online ganhou peso, fica ainda mais fácil medir a efetividade do engajamento do público. E as agências devem trazer esta rotina de métricas para seus desenvolvimentos de campanhas. Como manter a marca forte e relevante em um cenário não só de crise mas de extrema competitividade? Alberto – A marca só é forte se entregar os produtos a que se destina com consistência. Para isso, a saída é muito trabalho duro revendo processos, lendo informações sobre vendas, informações de mercado sobre consumo, observando a concorrência, analisando o comportamento da base de clientes de cartões, comentários e conteúdos postados nas redes…Tem muita informação disponível e temos muita gente na Leader estudando tudo isso. Hoje, ganha quem consegue extrair valor desses dados e monta suas apostas embasadas por informações concretas e processos sólidos. Um bom plano de marketing é ótimo e bem-vindo, desde que esteja amparado por um planejamento de vendas bem feito.

Author: Claudia Penteado