O Digital foi um importante alavancador de negócios para a agência X-Tudo no último ano. O trabalho da equipe de estratégia digital é tema desse papo com o Marcelo Gorodicht, diretor geral da agência, que fala de cases de sucesso, experiência adquirida e conquistas em um ano tão desafiador. E de futuro, claro, pois ele e sua equipe estão sempre olhando para frente. E que venha 2017!

A equipe digital da agência: Rafael Barros (analista digital), Tayná Nogueira (coordenadora de mídias sociais), Guilherme Guerra (analista digital), Kamila Fialho (exec. atendimento), Thaisa Macedo (analista digital), Marcelo Gorodicht, Bia Soler (supervisora digital), Camilla Bloofield (exec. atendimento)

Como o digital se integrou à cultura e se integra ao dia-a-dia do trabalho da X-Tudo?

Gorodicht – A missão da agência, expressa inclusive no nome X-Tudo, é a de atender aos nossos clientes em todos os pontos de contato com seu consumidor. Nesse contexto, a comunicação digital é cada vez mais importante e crescente.
Sendo assim, logo que iniciamos as nossas operações, em 2011, procuramos entrar no mercado oferendo também o planejamento de mídia digital e gestão/produção de conteúdo para as mídias sociais dos nossos clientes.
Num primeiro momento, era praticamente um serviço a parte. Mas aos poucos, e acho que ainda estamos nesse processo, foi se integrando a cultura da agência, aos outros departamentos, e hoje, eu diria que em qualquer plano de comunicação que apresentamos, o on e o off estão absolutamente integrados bem como todo o BTL. Ou seja, enxergamos a comunicação como uma coisa única, em que as várias ferramentas se juntam para atingir aos objetivos dos nossos clientes.

Como está estruturada a área digital da agência, e como se integra à criação, ao planejamento, à mídia?
Gorodicht
– Temos um núcleo estratégico na agência, formado pelo supervisor de criação Thiago Martins, o redator e planner, Marcelo Santos e a supervisora de online e mídias digitais, Bia Soler. Juntam-se a este núcleo os executivos que atendem cada cliente para a análise de cada briefing que entra na X-Tudo. A partir daí, cada área desenvolve sua parte do job de acordo com o que ficou combinado no núcleo. Especificamente na área digital, a Bia conta com uma coordenadora de conteúdo para mídias sociais e analistas digitais. Já a área de planejamento e compra de mídia digital propriamente dita, está atrelada ao departamento de mídia da agência.

Qual foi o case digital de maior sucesso da agência no último ano?
Gorodicht
– Um dos cases recentes de maior sucesso e repercussão, foi para a Rede de Lojas Espaço Rubro Negro em comemoração ao Dia do Flamenguista. A ideia foi fazer uma grande surpresa em uma das lojas da rede com um dos jogadores mais queridos pelos torcedores: o ex-zagueiro Ronaldo Angelim. Como vendedor por um dia, Angelim surpreendia os clientes da ERN ao entrarem na loja. A ação surpresa foi toda filmada e divulgada no Dia do Flamenguista na fanpage da rede e teve impacto viral. No Facebook, mais de 430k usuários foram alcançados com mais de 4.000 compartilhamentos. O videocase foi matéria em grandes portais esportivos, como Extra, Globo.com , ESPN, site oficial do clube e inúmeros blogs especializados em Flamengo.

E quais foram as conquistas da agência na área digital?
Gorodicht
– A principal conquista é poder desenvolver a comunicação 360. Ou seja, é atendermos a praticamente todos os clientes em todas as disciplinas da comunicação. Ainda assim, temos alguns contratos em que atendemos apenas ao digital, como por exemplo o Grupo WQS (rede de lojas multimarcas de surfwear e lojas oficiais do Flamengo), High End (empresa especializada em automação residencial e home theater de alto padrão), dentre outros. Considero uma conquista também unificar clientes que eram atendidos separadamente no on e no off por agências diferentes e que agora concentram toda a comunicação na X-Tudo, como é o caso Shopping Via Parque.

Foi um ano difícil. O trabalho digital cresceu em relação a outros investimentos dos anunciantes?
Gorodicht
– Sim, sem dúvidas. Em muitos casos, acho até que de forma distorcida. Muitos clientes acham que podem economizar investindo menos apenas no digital, especialmente em mídias sociais, e alcançar resultados semelhantes ao que obtinham antes.
Não existe milagre. O que existe é uma nova ferramenta, uma nova mídia, com suas características e métricas diferentes. E isso deve ser agregado à comunicação do cliente visando otimizar ainda mais seus resultados. Mas a mídia online ou as redes sociais não irão substituir a mídia off. Irão se somar a ela.

Qual o desafio de dar certo fortalecendo e investindo no digital?
Gorodicht
– O desafio é provar para o cliente que você não precisa ter nascido uma agência apenas digital para ser eficiente em digital. É mostrar para o mercado que o que precisamos entender é de comunicação publicitária, e estarmos atualizados com tudo o acontece no universo da comunicação, incluindo o digital, óbvio. Precisamos fazer o cliente entender que a integração das disciplinas e a melhor utilização de cada uma é que vai gerar os melhores resultados. Portanto, a X-Tudo não investe apenas no digital para crescer. Investe também no digital para crescer.

O que esperar de 2017?
Gorodicht
– Esperamos alguma melhora por menos que seja (até porque uma piora seria difícil…rs). Acreditamos que o país está amadurecendo com toda a crise que temos vivido desde 2015, e que a luz, ainda que tênue, já começa a ser vista no fim desse túnel. Enfim, seguimos animados e mais experientes a cada problema. 2017 vai ser bom. Eu aposto nisso.

(Entrevista realizada pela jornalista Claudia Penteado)

Author: Claudia Penteado