Bate-Bola: Glaucio Binder, presidente da Binder e da Fenapro

Categories: Bate Bola

“A ficha técnica de um trabalho premiado não tem só a criação” Glaucio BinderGlaucio Binder, Publicitário do Ano de 2014 pelo Prêmio Colunistas Rio, fala com NP sobre seu trabalho à frente da agência e da Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro). O que mudou na Fenapro, que ela ganhou mais visibilidade? Nós fomos obrigados a mudar um pouco o foco da entidade, que estava muito voltada para as questões legais da atividade. Mas o momento exige que todos se dediquem a discutir o futuro do negócio, principalmente pelas mudanças constantes que estão acontecendo na economia e na própria atividade. Essa tem sido a nossa agenda agora. Como é compatibilizar a função de empresário com a de líder de uma entidade? Tenho que admitir que não é fácil, por que te obriga a doar uma boa parte do seu tempo para a função corporativa. Hoje eu separo pelo menos duas horas do meu dia de trabalho à Fenapro, que, como é nacional, tem demandas de todos os estados do Brasil. Por que é difícil surgirem novas lideranças no mercado publicitário? Claro que existe a questão de encontrar quem tenha perfil para se dedicar a funções corporativas e seja aceito pelos demais como tal. Tendances hommes Por acaso, sempre gostei disso. Fui presidente de grêmio escolar, já como publicitário fui presidente do Grupo de Atendimento e Planejamento (GAP) e do Sindicato das Agências do Rio. Mas também tem a dificuldade de o publicitário poder dedicar tempo à atividade corporativa. Até porque precisa ter sócios — como felizmente eu tenho — em que confie para ir tocando o negócio enquanto você está pensando no mercado. Não é fácil achar gente com esta disposição. Tendances de la mode Tanto que eu mesmo já estou procurando quem poderá me suceder em 2016, porque depois desses três anos preciso voltar a me dedicar exclusivamente à agência. A Binder ficou entre as três mais premiadas agências do Rio no Colunistas. Qual a função do líder de uma agência para estimular a sua equipe? O mais importante é criar um espírito de time. Fazer a equipe se perceber como um todo e não um grupo de pessoas isoladas. Para fazer uma agência ser integrada de fato, todos precisam perceber que são uma coisa só. A ficha técnica de um trabalho premiado não tem só a criação, mas a interferência do atendimento, da mídia cada vez mais, de todos.

Author: Marcio Ehrlich

One Response to "Bate-Bola: Glaucio Binder, presidente da Binder e da Fenapro"

  1. Elysio Pires
    Elysio Pires Posted on 2 de fevereiro de 2015 at 17:52

    O Glaucio tem um perfil de inovador e sabe agregar recursos humanos – vide qual a melhor agência do Brasil pra se trabalhar…..